quinta-feira, 20 de maio de 2010

Literatura Médica

Doutor Fábio é um Doutor.(Porque tem Doutor antes do Fábio e por causa dos doutorados também).
E ele tem um consultório onde só atende ricos,famosos e animais de pequeno porte.Além de falar na terceira pessoa Dr Fábio também tem revistas em seu consultório.
As revistas variam muito vão desde os ultimos quadrinhos a publicações internacionais ou qualquer coisa com Neil Gaiman em alguma parte.Praticamente qualquer um consegue encontrar algo que gosta de ler lá.
Mas os amigos do Dr Fábio não tem revistas boas.....e ele fica muito puto por isso!
Em um consultório médico comum você tem essas opções:

  • Caras (Uma revista com muitas fotos sobre a vida de gente que você nunca ouviu falar)
  • Veja do mês retrasado(Que você só lê a crônica do fim)
  • Revista o especial da gastro-odontologia ou qualquer revista médica espécifica (Porque você deve estar louco pra saber os ultimos avanços dos scanners gastro-odontolôgicos!)
  • E uma revista do cebolinha rasgada e rabiscada com giz de cera....se você tiver sorte
Na maioria dos consultórios as revistas não agradam as pessoas.
E se tiver algo que você quer ler geralmente é constrangedor afinal ninguém quer ficar segurando aquela revista que na capa está "150 maneiras de fazê-la chegar ao orgasmo enquanto ela te faz um sanduíche".Claro que é a matéria que você quer ler mas você não quer que os outros pensem que você está lendo ela.

Outro grande problema é a TV.
Ou está em algum programa como "Mais Você" e "Sessão da tarde" ou se estiver em algo que você quer ver está no mudo e sem legendas! ..mesmo se tiver algo que você não quer ver deve estar no mudo e sem legendas

Médicos do Brasil-Se você espera que seus pacientes sejam o povo que "lê" caras como espera que eles saibam leitura labial?!?!

E finalmente vamos ao último ponto: o caso em que você finalmente traz um livro ou uma palavra cruzada pro consultório.
Estudos comprovam que neste caso há 95% de chance de sentar algum desconhecido do seu lado e começar a "Puxar papo", algo como quando uma velha senta ao seu lado e começa:
-"Então eu tava falando pra Glorinha que tem muito maconheiro em são paulo né?"
-Aham....(mas na verdade você está pensando "Quem é você?quem diabos é glorinha? Porque uma septuagenária está interessada em maconha e o que eu tenho a ver com isso?")

2 comentários:

Marcelo »QeJiNhO disse...

maluco, imagina se tivesse playboy no urologista? os doutores iam examinar todo mundo melado... acho q eh por isso q nao tem, apesar de serem medicos de um publico masculino e o logico seria deixar à mao revistas masculinas

Haru disse...

HSUhaHSHSHSahshahsua
parece que meu dentista rendeu um post 8D